Entrada Informação e Propaganda Acções / Lutas / Greves AOS TRABALHADORES DA RODOVIÁRIA DO ALENTEJO

AOS TRABALHADORES DA RODOVIÁRIA DO ALENTEJO

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

ENTRE GREGOS E TROIANOS, ESTAREMOS NO LADO CERTO.

O STRUP, tem vindo a ser confrontado e informado por trabalhadores da Rodoviária do Alentejo acerca de um conjunto de situações dinamizadas pelos responsáveis da empresa, relativas ao cumprimento das regras estabelecidas na lei e no Acordo de Empresa no que respeita à duração máxima de trabalho suplementar (diário e anual) e aos descansos mínimos obrigatórios (diários e semanais). Acresce ainda que para iludir as autoridades, são utilizados métodos de adulteração dos registos da atividade diária utilizando para o efeito instrumentos de controlo diferentes, na mesma semana de trabalho.

Esta situação, nesta empresa, é recorrente, basta relembrar por exemplo, o que se passou com os serviços prestados para a AUTOEUROPA que, não obstante as denuncias feitas pelo sindicato, tal situação apenas foi reparada em consequência de uma reportagem televisiva.

O STRUP, é uma organização sindical que ao longo de toda a sua existência, defende o respeito e cumprimento dos direitos e garantias dos trabalhadores.

Este sentido de responsabilidade assume inda primordial importância quando está em causa a segurança de milhares de utentes que são diariamente transportados pelos trabalhadores que representamos.

Sabemos que a denuncia feita pelo STRUP acerca do que se passa na Rodoviária do Alentejo incomodou alguns trabalhadores.

Lamentamos que tal esteja a acontecer.

E, já agora um aviso muito sério…

Uma representante da administração da empresa, quando questionada sobre a situação denunciada pelos trabalhadores, de violação aos períodos máximos de trabalho suplementar diário e anual, aos períodos mínimos de descanso diário e semanal, NEGOU PARENTORIAMENTE TAL EXISTENCIA.

Quando um acidente grave vier a ocorrer por excesso de trabalho e falta de descanso, será esta a posição dos representantes da administração da empresa. MENTIR, para responsabilizar o trabalhador.

Quando um trabalhador for inspecionado pelas autoridades e for detetada a fraude relativa aos mecanismos de controlo do trabalho diário, o comportamento dos representantes da empresa, vai ser o mesmo, ou seja, não sabe de nada e mais uma vez será o trabalhador a assumir a responsabilidade.

Não nos peçam para pactuar com irregularidades ou ignorar a sua existência, sejam elas quais forem

VELE A PENA PENSAR NISTO.

scroll back to top
Actualizado em Segunda, 24 Julho 2017 10:05  
Faixa publicitária

Autenticação


Faixa publicitária

.:: ALTERAÇÃO MORADA SEDE ::.

Av. Álvares Cabral, nº 21, 1250-015 lisboa

..:: Protocolos STRUP ::..