Entrada Informação e Propaganda Empresas e Sectores CARRIS AOS TRABALHADORES DA CARRIS, CARRISBUS E CARRISTUR

AOS TRABALHADORES DA CARRIS, CARRISBUS E CARRISTUR

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

A LUTA CONTRA A SUBCONCESSÃO/PRIVATIZAÇÃO NÃO TERMINOU

Com o contributo de muitos trabalhadores da Carris, CarrisBus e CarrisTur, que no passado dia 4 levaram a luta até ao voto e contribuíram para que os partidos que suportavam o anterior governo e que pretendem continuar com a entrega a privados da “operação” da Carris, perdessem mais de 700 mil votos e 25 deputados, perdendo assim a maioria absoluta, foram acrescentadas razões e possibilidades para a derrota definitiva da subconcessão/privatização.
Entretanto o Tribunal de Contas que terá que se pronunciar em definitivo, devolveu o processo ao Ministério da Economia, com pedidos de esclarecimento, suspendendo desta forma o processo por 30 dias. Tal situação não deve, em nosso entender gerar quaisquer atentismos, deve pelo contrário, fazer aumentar a disponibilidade de luta dos trabalhadores, na exigência da manutenção da Carris na esfera pública e a integração nesta da CarrisBus e CarrisTur.

Neste sentido o STRUP e a FECTRANS continuarão a procurar a convergência na luta com todas as ORT’s, respeitando a autonomia de qualquer uma para definir formas autónomas de luta, mas mantendo o entendimento que seria muito mais útil a sua conjugação, em termos de empresa.
Assim sem prejuízo desta conjugação, para a qual continuamos inteiramente disponíveis, relembramos que a FECTRANS tem renovado sucessivamente (e continuará a fazê-lo) o pré-aviso de greve a todo o trabalho extraordinário, pelo que os trabalhadores do tráfego estão dispensados de cumprir com o procedimento consagrado no AE, em caso de falta de rendição, podendo recolher de imediato, estando num terminus e tendo completado o seu dia normal de trabalho.
Também no próximo dia 27/10 e estando já em funções a nova AR iremos confrontar os deputados que em campanha eleitoral se comprometeram com a reversão do processo de subconcessão/privatização, com a necessidade de darem cumprimento a este compromisso, pelo que apelamos à presença de todos os trabalhadores disponíveis, pelas 11 horas no L. Rato para deslocação à AR. As restantes ORT’s da Carris foi feito o convite.
Para permitir a participação dos trabalhadores, a Comissão Intersindical do STRUP na Carris, irá colocar tempo de PLENÁRIO ENTRE AS 9.30 E AS 14.30 HORAS, pelo que os trabalhadores dos sectores fixos da Carris, que ainda não tenham esgotado as 15 h anuais para a participação em Plenários, poderão participar sendo o tempo devidamente justificado e remunerado.
SOBRE A CLAUSULA 33-A (DISPENSA AO SERVIÇO) – L.P.’S
Chegou ao nosso conhecimento, que devido a uma decisão do Tribunal da Relação, a Carris está a informar os trabalhadores que esta cláusula do AE foi considerada nula pelo Tribunal.
Sempre sustentámos que a melhor forma de resolver este assunto era e será pela luta. Sem prejuízo deste entendimento e analisado este “acórdão” entendemos haver matéria suficiente e de peso, para recorrer para o Supremo, pelo que já colocámos à organização que materialmente colocou esta acção (o Sitra) este nosso entendimento. Aguardaremos por um posicionamento desta Organização, para agirmos em conformidade.
A LUTA CONTINUA CONTRA A PRIVATIZAÇÃO/CONCESSÃO E PELA SALVAGUARDA DO A.E.!

21/10/2015

scroll back to top
Actualizado em Quarta, 21 Outubro 2015 10:37  
Faixa publicitária

Autenticação


Novidades

Faixa publicitária

.:: ALTERAÇÃO MORADA SEDE ::.

Av. Álvares Cabral, nº 21, 1250-015 lisboa
Faixa publicitária
Faixa publicitária

..:: Protocolos STRUP ::..