Entrada Informação e Propaganda Empresas e Sectores CARRIS AOS TRABALHADORES DA CARRIS, CARRISTUR E CARRISBUS

AOS TRABALHADORES DA CARRIS, CARRISTUR E CARRISBUS

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

carris.1carrisbuscarristur

DEFENDER A CONTRATAÇÃO COLETIVA E AUMENTAR OS SALÁRIOS É VITAL

No dia 16/12 realizou-se uma reunião com o secretário de Estado adjunto do Ministro do Ambiente (com a responsabilidade da tutela da Carris e do Metro) na qual foi assumido por este que a denúncia dos AE’s apresentada pelo C.A. ainda em funções, será para anular e remeter para o início de Janeiro do processo normal de negociação do AE, tendo por base o atual. Quanto ao processo de fusão entre as 4 empresas reconheceu que as empresas têm características diferentes e esta diferença tem que ser tida em conta nas soluções a encontrar, que não estão ainda definidas.

Entretanto o STRUP realizou uma outra reunião com a DPC, no passado dia 11/12 onde colocou, tendo por base que as medidas do OE (Orçamento de Estado) deixarão de vigorar em 31 de dezembro, a necessidade de no dia 1 de janeiro estar reposto o direito ao transporte de cônjuges e filhos, assim como a reposição integral doa salários, do pagamento nos feriados e do trabalho extra, assim como do agente único neste, do descongelamento das diuturnidades, assim como a da progressão de carreiras. 

 A empresa afirmou que quanto à reposição do direito ao transporte para os cônjuges e filhos será para efectivar e que está a analisar a necessidade de alterações ao sistema para permitir a reposição do direito.

Quanto às restantes reposições, elas estão impostas pelo Dec. Lei 133, pelo que aguardarão pela clarificação do governo nesta matéria.

O STRUP colocou ainda a situação de completo desrespeito pelas regras, quanto a necessidades pontuais de alteração do serviço de motoristas efetivos, em que desde sempre foi cumprido que haveria uma amplitude máxima de 2 horas, quer para a antecipação do início, quer para o final do serviço. A empresa reconheceu este desrespeito e que tal se deveria à falta de motoristas e que esta situação tenderia a resolver-se com a admissão de motoristas já aprovada pelo governo.


NA CARRISBUS É URGENTE GARANTIR A SEGURANÇA DOS TRABALHADORES E PROCEDER À SUA INTEGRAÇÃO COMPLETA NA CARRIS

Também nesta reunião retomamos a exigência de reintegração completa da CarrisBus na Carris, terminando assim com a precariedade completa nas relações de trabalho e aplicando o AE da Carris a estes trabalhadores. Também recolocamos a questão da necessidade de implementar um sistema que garanta a segurança dos trabalhadores na substituição dos filtros de ar condicionado, que já no inicio do ano passado vitimou mortalmente um trabalhador na estação da Pontinha.

Quanto à primeira não houve concordância, quanto à segunda houve o compromisso de encontrar rapidamente uma solução. Pelo que apesar de logo na altura deste acidente fatal, termos, depois de uma reunião coma a DPC, solicitado a intervenção da ACT, a única medida implementada, foi a colocação de cavaletes nas laterais do autocarro, que não salvaguardam nada.

As questões relativas à CarrisTur, também foram abordadas e serão alvo de um comunicado especifico a estes trabalhadores.

P.R. SERÁ UM ELO PARA IMPEDIR A CONTINUAÇÃO DOS ROUBOS

Nas eleições que ocorrerão a 24 de janeiro um facto será indesmentível, votar em Marcelo Rebelo de Sousa será votar no mesmo em que votarão Passos Coelho, Portas e Cavaco e contribuiria para colocar na PR, quem tudo faria para impedir a promulgação da reversão dos roubos sobre os trabalhadores, facto este que não pode nem deve ser ignorado por todos aqueles, que se viram roubados por sucessivos governos de direita.

COMO SEMPRE A LUTA CONSOLIDARÁ AS CONQUISTAS ALCANÇADAS!

21/12/2015

scroll back to top
Actualizado em Terça, 22 Dezembro 2015 12:26  
Faixa publicitária
Faixa publicitária

Autenticação


Faixa publicitária

.:: ALTERAÇÃO MORADA SEDE ::.

Av. Álvares Cabral, nº 21, 1250-015 lisboa

..:: Protocolos STRUP ::..