ultimahora

AOS TRABALHADORES DA TST

Os sindicatos STRUP, SITRA E SNM, informam:

Na sequência das conclusões do plenário geral de trabalhadores, realizado em 6 de fevereiro de 2020, das quais foi dado conhecimento à administração da empresa, veio esta a marcar uma reunião com os sindicatos para o próximo dia 2 de março de 2020, às 14.30 horas na sede da empresa.

Após a reunião será feita uma síntese informativa aos trabalhadores.

powered by social2s

 

As organizações sindicais (FECTRANS/STRUP; SITRA; SNM) reuniram e perante o adiamento da negociação por parte da administração da TST, decidiram convocar um plenário geral de trabalhadores, para o dia 6 de Fevereiro, às 10 horas, nas instalações da empresa no Laranjeiro. Para que este plenário possa ter a participação de todos os trabalhadores, as organizações sindicais entregaram hoje, um pré-aviso de greve para o período das 03h00m do dia 6 de Fevereiro, às 03h00m do dia seguinte. 

LER COMUNICADO COMPLETO

powered by social2s

AOS MOTORISTAS DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE MERCADORIAS

Temos de fazer cumprir o CCTV e o Acordo Quadro relativo a Cargas e Descargas!!!

Desde o dia 1 de janeiro, nos termos do CCTV – Contrato Coletivo de Trabalho Vertical -, publicado no BTE 45 de 8712/2019, os trabalhadores do sector de mercadorias têm direito a novos vencimentos, que resultaram do processo de negociação que culminou em 29 de outubro passado.

Este novo texto de CCTV que procedeu à revisão do assinado em setembro de 2018 entre a FECTRANS e ANTRAM, foi complementado com um acordo sobre cargas e descargas, que reforça o estipulado na Contratação Coletiva de que não compete, salvo as exceções previstas, ao trabalhador motorista qualquer intervenção nas tarefas de cargas e descargas.

Vai estar disponível on-line através do link seguinte, a possibilidade do trabalhador envolvido fazer a denuncia diretamente para a Comissão de Acompanhamento, criada propositadamente para corrigir a anomalias detetadas e reportadas, é de realçar que esta denúncia poderá ser feita a partir do telemóvel do próprio motorista. 

forms

[Clique na imagem e preencha o formulário disponivel para o efeito]

Estão criadas as regras para que a concorrência no sector, não se faça à custa do esmagamento dos salários e do aumento sucessivo da exploração do motorista!

Todos os signatários deste CCTV têm a obrigação de pugnar pela sua aplicação, pelo que não deixámos de estranhar uma notícia atribuída à ANTRAM, sobre as consequências negativas para o sector sobre a aplicação deste novo CCTV, pelo que já questionámos a associação patronal sobre o sentido desta notícia.

Estaremos atentos ao patronato que optar por não cumprir o que está obrigado e, agiremos de imediato, não permitindo que exista uma única situação de concorrência desleal à custa de quem trabalha!

A sindicalização no STRUP é muito importante, porque só assim manterás a garantia do cumprimento dos teus direitos

EXIGIMOS SER RESPEITADOS!!!

www.strup.pt

 Lisboa, Janeiro de 2020                                                           A Direção do STRUP

powered by social2s

MAIS UM PASSO NA CONQUISTA E RECUPERAÇÃO DE DIREITOS DOS TRABALHADORES

*Estas tabelas são apresentadas com valores mínimos aplicáveis nas empresas do Setor Privado de Passageiros reguladas pelo Contrato Coletivo celebrado entre a a Associação Patronal ANTROP e a Organização Sindical STRUP.

Atenção: Qualquer dos valores e ou condições mais favoráveis que os trabalhadores já possuíam à data da publicação, e ou processo de revisão, as empresas não podem retirar, ou reduzir, de acordo com a cláusula 81ª do presente CCTV.

LER COMUNICADO COMPLETO

powered by social2s

 

Ponto de situação da revisão AE SCOTTURB _ FECTRANS

A Gerência da SCOTTURB apresentou a proposta de revisão do Acordo de Empresa para 2020 à FECTRANS. Importa fazer a discussão sobre as alterações que podem determinar as diferenças da relação contratual coletiva, incluindo a alteração na capacidade de ganho no futuro. Existem alterações que se sentem de imediato todos os meses, mas para além destas existem outras que podem determinar uma flexibilização que há anos a esta parte os trabalhadores da SCOTTURB foram rejeitando.

LER COMUNICADO COMPLETO

powered by social2s