“DEIXEM QUE O TEMPO MOSTRE A VERDADE, AVALIEM O TRABALHO DE CADA UM DE ACORDO COM OS SEUS RESULTADOS”

 

HOJE DIA 14 DE OUTUBRO DE 2019, NEGOCIAÇÕES COM A ANTRAM CHEGAM AO FIM.

Após mais uma maratona de reuniões de negociações directas, sujeitas a um protocolo tripartido (FECTRANS, ANTRAM e GOVERNO), cumprido na integra pelas respectivas partes, foi possível negociar propostas e contrapropostas que culminaram na revisão global de um texto final, acordado entre as partes e cuja assinatura ocorrerá até final do mês de outubro. Este acordo assenta no nosso entender em 3 aspectos fundamentais:

  1. Melhoria dos salários de todos os trabalhadores do sector de transporte de mercadorias nas suas diferentes especificidades.
  2. Melhoria de algumas clausulas do anterior CCTV que se traduzem em beneficio para todos os trabalhadores.
  3. Transposição para as clausulas do CCTV de como devem ser entendidas e aplicadas muitas das cláusulas que estavam interpretadas em acta e outras que as partes entenderam clarificar.

ARTIGO COMPLETO

powered by social2s

 

POSIÇÃO DA CGTP-IN

Sobre as eleições legislativas de 6 de Outubro de 2019

A luta dos trabalhadores ao longo da legislatura que agora termina e a opção de voto do povo português nas eleições de 6 de Outubro, para a Assembleia da República foram determinantes para impedir a maioria absoluta do PS, derrotar o PSD e o CDS e apontar o rumo que a nova correlação de forças no Parlamento deve seguir para assegurar o desenvolvimento económico e social do país e valorizar o trabalho e os trabalhadores.

Os portugueses, ao recusarem os apelos, mais ou menos explícitos, para uma maioria absoluta, expressaram de forma inequívoca que a estabilidade económica e social não é compatível com a política laboral de direita que sempre foi usada para atacar os direitos dos trabalhadores, promover a injustiça e fomentar as desigualdades, nem com a prepotência e a arrogância próprias do poder absoluto.

A expressiva derrota do PSD e do CDS confirma que os trabalhadores e povo não esqueceram e não querem voltar a ser confrontados com a política de cortes nos salários, pensões e direitos, com o empobrecimento laboral e o questionamento da soberania nacional. Apesar do aparecimento de pequenos partidos ligados à extrema direita, um deles com concepções xenófobas e racistas, a esmagadora maioria do eleitorado rejeitou a visão neoliberal, securitária, reacionária  e colonialista que lhe está associada, bem como as propostas de redução dos impostos para o capital, a privatização dos serviços públicos e das funções sociais do Estado e a fragilização dos direitos laborais.

powered by social2s

Reunião STRUP / FECTRANS _ ANTROP /RL

O STRUP / FECTRANS tem vindo ao longo de vários anos a propor à RL o caminho para a uniformização das relações de trabalho. Fizemos propostas concretas e objetivas à empresa no sentido de melhorar as condições de vida e trabalho dos trabalhadores denominados de Ex AEs.Na fase final de discussão do CCTV STRUP _ ANTROP, que foi publicado em bte nº 35, de 22 de setembro de 2019, ficou afirmado entre as partes que seriam criadas as condições para discutir situações particulares e específicas das empresas, oriundos do Acordo de Empresa (caducado).Hoje, dia 25 de outubro foi possível reunir com um representante da ANTROP que nos transmitiu que vai conduzir este processo sobre a Rodoviária de Lisboa.

COMUNICADO COMPLETO

powered by social2s

A HISTÓRIA DEVE SER CONTADA VEZES SEM CONTA

Com a publicação da revisão do CCTV - Contrato Coletivo de Trabalho Vertical no BTE nº 35 de 22 de setembro de 2019, os trabalhadores viram melhorias nas suas condições de vida e trabalho, bem como no salário. De lembrar, que os menos crentes viram em 2015 muito poucos avanços, ainda que se tivesse explicado que o “caminho se faz caminhando”. Em 2015, o desafio da intervenção do STRUP junto da ANTROP tinha como objetivo principal a rotura com o passado! A grande maioria das empresas do setor privado de passageiros praticavam o salário mínimo de 557€, o STRUP dava o seu consentimento ao acordo para um mínimo de 630€. As formações exigidas por lei foram assumidas pela negociação a serem pagas pelas empresas, exceto as taxas cobradas pelo IMT. O dia de aniversário, que havia sido roubado por via duma alteração ao Código de Trabalho, foi recuperado numa fase transitória na falta justificada sem retribuição. No conjunto de mais de uma centena de empresas filiadas na ANTROP, as práticas eram muito diferentes, o desafio incluía uniformizar o mais possível, eliminando as diferenças que prejudicavam os trabalhadores.

COMUNICADO COMPLETO

powered by social2s

na negociação do novo AE, o objectivo central é:na negociação do novo AE,o objectivo central é:

VALORIZAR OS SALÁRIOS E TODAS AS PROFISSÕES

Na última reunião realizada no dia 17/09 a FECTRANS, registou que a administração nãoNa última reunião realizada no dia 17/09 a FECTRANS, registou que a administração nãocumpriu com o envio, que assumiu, dos elementos necessários para poder apresentar umaproposta de tabela salarial para os setores administrativos e comerciais. Tendo estareassumido que os enviará logo que possível.Foi concluída a negociação do clausulado geral.

COMUNICADO COMPLETO

powered by social2s