COVID 19 _ NO SERVIÇO PÚBLICO DE TRANSPORTES

Os trabalhadores da SCOTTURB sentem-se penalizados de forma clara pelas decisões desta Gerência, ao mantê-los em casa sem qualquer rotatividade. No universo de mais de 80 motoristas, considerando que são objetivamente reportados a duas zonas, Sintra e Oeiras, estranho é estes não terem voltado ao posto de trabalho, evitando uma penalização direta ao mesmo grupo de trabalhadores. Existem empresas a praticar rotação semanal, é uma questão de vontades! A empresa mantém a sua estratégia de discriminação dos trabalhadores associados do STRUP, porque estes não aceitaram que lhes fossem impostas regras com as quais não concordam! Alguém continua a beneficiar de um “tratamento de colo”, enquanto os associados do STRUP são alvo dos “maiores enganos”! Coincidências? Não podem ser os mesmo trabalhadores em “lay-off”, sem qualquer rotatividade, a serem usados para subsidiar o trabalho suplementar ainda verificado. Não aceitaremos discriminação, e muito menos habilidades para suportar regimes que beneficiam uma única parte!

LER COMUNICADO COMPLETO

powered by social2s