AOS TRABALHADORES DOS TVDE

CONCLUSÕES DA REUNIÃO COM A DGERT

No seguimento da concretização do trabalho planeado em sequencia da reunião realizada com trabalhadores deste sector de actividade, o STRUP e um trabalhador motorista, Paulo Santos, reuniram na DGERT, Direcção Geral das Relações Colectivas de Trabalho, no passado dia 1 de Setembro.

Foram apresentadas um conjunto de situações que caracterizam o mau funcionamento deste subsector mas em particular e como objecto principal da reunião, a necessidade de estender a convenção colectiva de trabalho existente, a todos os trabalhadores motoristas que laboram no transporte ligeiro de passageiros.

Os representantes da DGERT  ficaram de apresentar  esta proposta à direcção destes serviços, para analisar da sua exequibilidade e comprometeram-se,  a apresentar os resultados, em próxima reunião a realizar no inicio de Outubro, uma vez que neste período de férias a capacidade de resposta é reduzida.

PROBLEMAS DO SECTOR NÃO SE ESGOTAM NA CONVENÇÃO COLECTIVA

De facto, neste sector de actividade existem outros problemas que necessitam ser denunciados e resolvidos pelas respectivas entidades responsáveis.

O STRUP, propõe-se constituir um grupo de trabalho constituído por 5 ou 6 trabalhadores desta actividade com o objectivo de fazer um levantamento exaustivo da situação do sector e elaborar um caderno com as situações que o grupo entenda necessário corrigir.

A partir deste documento serão solicitadas reuniões aos grupos parlamentares e a todas as entidades com responsabilidade nesta actividade.

FILIA-TE NO STRUP

O STRUP, assumiu a tarefa de apoiar os trabalhadores motoristas do transporte individual e remunerado de passageiros em veículos descaracterizados a partir de plataforma eletrónica mas a sua legitimidade para tal está pendente de trabalhadores filiados. Daí o apelo que fazemos no sentido de tal se concretizar. A filiação pode ser feita na sede do STRUP ou em qualquer uma das suas delegações de norte a sul do país. Pode ainda ser feita, através do site em www.strup.pt, preenchendo a ficha de inscrição que ali se encontra disponível.

Lisboa, 2 de setembro de 2020

powered by social2s