TRABALHADORES DISSERAM QUE
QUEREM O AUMENTO DO SEU SALÁRIO

Foi indiscutível, por muito que os patrões queiram negar, que houve uma grande adesão dos trabalhadores à greve que ocorreu no dia 20 de Setembro, que assim afirmaram que exigem:
a) O aumento do salário base do motorista para 750€;
b) Que o salário dos demais trabalhadores tenha uma actualização na mesma percentagem;
c) Haja uma actualização do subsídio de refeição nos mesmos termos percentuais do aumento do salário do motorista;
d) Se proceda à redução do intervalo de descanso para o máximo de 2 horas.
A greve de ontem foi o primeiro momento de uma luta que prossegue todos os dias nos locais de trabalho e no próximo dia 01 de Outubro com uma nova greve nos mesmos termos da que os trabalhadores fizeram na passada segunda feira.
As organizações responsáveis pela entrega do pré-aviso de greve, reforçam, o apelo para que a unidade na acção em cada local de trabalho aumente e que cada trabalhador se foque no importante, a necessidade de ver aumentado o seu salário base.
Saudamos todos os activistas que se empenharam na luta de forma activa.
Apelamos a todos em geral e aqueles que ainda não compreenderam as razões e o sentido da nossa luta, que reflictam e que no dia 01 de Outubro reforcem a luta de TODOS, na defesa da melhoria dos salários de cada um.

NÃO FAZEMOS NEGOCIAÇÃO PELA COMUNICAÇÃO SOCIAL

Perante a firmeza demonstrada pelos trabalhadores do sector, logo a associação patronal se apressou a desmentir aquilo que cada um verificou na sua empresa e no seu local de trabalho e ao mesmo tempo veio anunciar disponibilidade para negociar.
Ou seja, a ANTROP disse para a comunicação social o que não quis até agora fazer - reunir com as organizações que entregaram o pré-aviso de greve -, mas logo de seguida afirma que os salários não podem crescer mais que a inflação esperada, afirmando que actualmente 0,8%, que para quem aufere 700€ de salário base seria 5,6€ por mês, ou seja, é uma proposta para os trabalhadores ficarem rapidamente com o salário mínimo
nacional.

EM UNIDADE - DIA 01 VOLTAMOS À LUTA

Lisboa, 22 de Setembro de 2021

powered by social2s