PROCESSO NEGOCIAL ARRANCA DIA 15 DE ABRIL

No próximo dia 15 de Abril, terá lugar a primeira reunião para a discussão da AE para a carris-Tur, na qual a FECTRANS/STRUP com uma delegação que também integra os delegados sindicais, mandatados para dar cumprimento à decisão dos trabalhadores de discussão da tabela salarial, para arrumada esta, se iniciar a discussão do clausulado do AE.

Após a discussão com os trabalhadores das propostas e da forma de arranque do processo negocial, a FECTRANS/STRUP entregou à administração da empresa uma proposta de criação de uma tabela salarial, que igualasse os trabalhadores da CarrisTur aos trabalhadores da Carris.

A proposta de AE e tabela salarial, aprovada no plenário dos trabalhadores da CarrisTur, pode ser consultada em www.fectrans.pt

Após algumas insistências com a administração para o início do processo negocial, esta assumiu a sua concordância com a posição da FECTRANS/STRUP de dar início a este processo negocial, começando exatamente pela negociação da tabela salarial e continuar depois o processo com a negociação de um Acordo de Empresa para a CarrisTur.

fortessindicaliza

A Unidade dos trabalhadores e a sua Sindicalização, na Organização Sindical da FECTRANS/CGTP-IN, que na CarrisTur é o S T R U P, é uma garantia pela sua responsabilidade, pela sua combatividade e pelo único compromisso que têm, que é com os trabalhadores em cada uma das empresas.

Ao mesmo tempo que preparou a proposta de criação de um Acordo de Empresa específico

para a CarrisTur, pretendendo assim dar voz ao desejo dos trabalhadores e de há muitos anos defendido pela FECTRANS/STRUP, de terminar com a aplicação do CCTV do sector privado de passageiros , pois está completamente desenquadrado da realidade desta empresa.

Como em todos os processo negociais, a Unidade dos trabalhadores na defesa da proposta, que uma vez aprovada em plenário passou a ser a sua proposta, será o factor determinante para fazer avançar este processo de forma favorável a quem trabalha, pelo que alertamos para que ninguém se deixe iludir com a introdução de factores laterais a este processo, que só servirão os interesses de quem pretende perpetuar a falta de condições , de direitos e de salários condignos.

01/2019 CARRIS-TUR 06 Abril

sindicaliza tenovo

powered by social2s